skip to Main Content

Entenda a importância da reposição de massa capilar e saiba como fazer!

Entenda A Importância Da Reposição De Massa Capilar E Saiba Como Fazer!

Todos os dias, os cabelos sofrem inúmeras agressões. A exposição prolongada à poluição, ao calor dos secadores e chapinhas e a diversos agentes químicos, por exemplo, deixa os fios opacos e sem vida. Quando os danos são muito severos, é preciso ir além da hidratação e investir em uma reposição capilar.

Esse tratamento tem como objetivo recuperar a saúde das madeixas para restaurar a força e o brilho dos fios. Porém, para que os resultados sejam alcançados, a reposição precisa ser feita do jeito certo e com a frequência adequada. Caso contrário, os cabelos podem sofrer um efeito rebote e ficar sobrecarregados.

Para não errar na hora de realizar esse tratamento tão importante para a saúde das suas madeixas, acompanhe nosso post!

Reposição de massa e reconstrução são a mesma coisa?

Essa dúvida é muito comum, pois ambos os procedimentos tratam da estrutura interna dos cabelos, trazem um visual mais saudável e devolvem a vida aos fios. Mas existe uma diferença bem simples e muito importante entre eles, afinal, cada procedimento é para uma determinada necessidade.

  • reposiçãoa função básica é repor nutrientes, vitaminas e minerais essenciais para a saúde do fio;
  • reconstruçãotem como objetivo reconstruir a estrutura do fio com queratina, devolvendo a força aos cabelos e eliminando o efeito elástico e danificados dos fios.

A reconstrução é recomendada para todas as pessoas, com todos os tipos de cabelo. Para quem possui cabelos virgens, esse procedimento deve ser feito, pelo menos, uma vez por mês. Quem utiliza tratamentos químicos como descoloração, alisamento ou relaxamento, a depender da situação dos fios (se estiver muito danificado, quebradiço e fraco) deve realizar a aplicação quinzenalmente — ou em casos graves, uma vez por semana.

Por meio da aplicação de queratina, a reconstrução tem o objetivo de recuperar o fio danificado e devolver tudo que foi perdido. Isso porque é ela que impermeabiliza o fio, fechando as cutículas e, assim, protegendo das ações naturais, como calor, sol, água quente e também ações químicas de mechas e luzes.

Por que fazer reconstrução?

A reconstrução é uma etapa muito importante para manter a vida dos cabelos, e deve ser feita com moderação pois, se realizada sem necessidade em cabelos saudáveis, os fios podem ficar muito duros, sem movimento e quebradiços — e não é esse o objetivo do tratamento.

O resultado final não é igual a quando se faz uma nutrição ou hidratação — em que o cabelo fica brilhoso. Aqui, o fio fica mais durinho mesmo, mas essa é a intenção do tratamento.

E lembre-se: antes de sair reconstruindo e passando produtos que tenham colágeno, creatina e cisteína, veja com um profissional qual a situação do seu cabelo para não se aventurar em tratamentos sem necessidade.

Agora que você entendeu a diferença entre reconstrução e reposição, vamos detalhar a reposição.

O que é a reposição de massa capilar?

A reposição é como se fosse o “cimento” de um muro. Toda vez que você “tira um tijolo” é necessário repor o que foi perdido, se não, uma hora esse muro pode cair. Como o nome sugere, a reposição devolve as proteínas, vitaminas e aminoácidos que foram perdidos. Além disso, o tratamento também fecha as cutículas que protegem o interior dos fios e, com isso, eles ficam mais protegidos contra os agentes externos.

As agressões do dia a dia — sol, umidade, cloro, escova, relaxamento e tantas outras — provocam a perda da massa capilar. Com isso, os fios perdem a sua estrutura e ficam mais finos, frágeis e porosos.

Quando é preciso realizar a reposição?

Todos os cabelos sofrem diversos danos ao longo da vida: processos mecânicos (como secador e chapinha) e o envelhecimento capilar (que diminui a espessura e a densidade dos fios), por exemplo. Porém, aqueles que passam por colorações, descolorações e alisamentos são ainda mais agredidos e merecem cuidados especiais.

O cabelo sem a massa necessária fica extremamente fraco e quebradiço, pode sofrer quedas e quebras por atos muito simples, como pentear ou até passar a mão. Sem contar que a aparência de um cabelo nessa situação fica esteticamente feia e sem vida! Sabendo cuidar da forma correta, os danos podem ser completamente revertidos.

Madeixas quimicamente tratadas, que se encontram porosas ou com pontas quebradiças, devem receber o tratamento a cada 15 dias.

Cabelos saudáveis e naturais, que têm a quantidade normal de massa, devem passar pelo tratamento uma vez por mês, apenas para fazer a manutenção e a prevenção da perda natural.

Na hora da reposição, é preciso tomar muito cuidado para não pecar pelo excesso. Repor a massa capilar com uma frequência maior do que a necessária pode deixar os fios pesados e com aspecto “duro”, causando mais danos do que benefícios.

Como fazer a reposição capilar?

Assim como em outros tratamentos capilares, para que a reposição realmente funcione, é fundamental escolher produtos adequados e de boa qualidade. Além de uma máscara de tratamento, você pode investir em um kit completo de reposição para potencializar os resultados.

Dessa forma, fica mais fácil seguir o passo a passo para um tratamento bem-feito. Acompanhe:

  1. lave os cabelos com um shampoo antirresíduos, para uma limpeza profunda e abertura das cutículas;
  2. retire o excesso de umidade e divida o cabelo em mechas;
  3. aplique a máscara de reposição em todo o comprimento dos fios, evitando o couro cabeludo;
  4. deixe agir pelo tempo determinado pelo fabricante;
  5. enxágue com bastante água em temperatura ambiente ou fria, até retirar toda a máscara;
  6. aplique um condicionador hidratante;
  7. deixe agir por alguns minutos e enxágue em abundância;
  8. finalize com um leave-in com fator de proteção solar.

A reposição da massa dos fios pode fazer parte de um cronograma capilar, junto às etapas de hidratação e nutrição. Porém, lembre-se de não exagerar na dose, para que os cabelos não se tornem rígidos e quebradiços.

Afinal, o objetivo da reposição capilar é deixar os fios encorpados, macios e saudáveis novamente. A recuperação dos cabelos é um processo e, por isso, é necessário dar tempo para que as madeixas voltem a exibir toda a sua exuberância. Portanto, tenha paciência e evite sobrecarregar os fios com o excesso de tratamento.

Agora que você possui todo conhecimento sobre os cuidados necessários para a saúde e boa aparência das suas mechas, acesse este artigo para saber ainda mais sobre quais são os melhores produtos para cabelos danificados. Até a próxima!

Comentários
Compartilhar

Albérico Souza

Albérico Souza é diretor técnico da Hydra Cosméticos e proprietário de um renomado Salão de Beleza. Possui mais de 30 anos de experiência como Hair Stylist e realizou, durante sua carreira, cursos de aperfeiçoamento no exterior; além de diversas pesquisas sobre cosméticos e o mercado de beleza.

Back To Top